O belíssimo Livro da Vida


A  obra-prima do misticismo do Doutor Alesha Sivartha, criado a partir de 1859, constitui uma crença na unicidade do homem na relação física, espiritual e social. O Livro da Vida é científico e religioso ao mesmo tempo, contendo ciência, evolucionismo, criacionismo, sociologia e um ensinamento espiritual.

Seus diagramas complexos e detalhados do corpo, sistema nervoso, cérebro, mãos e músculos faciais são mapas estudados de forças agindo de forma conjunta.

Primeiro parágrafo traduzido da Introdução:

 


A raça humana vem avançando desde as primeiras eras da história. Sob qual lei essa poderosa procissão das eras aconteceu? A ciência e a história respondem que o homem avançou, passo a passo, do domínio ignorante e egoísta de seus órgãos cerebrais inferiores para o domínio benéfico de suas faculdades superiores. As leis que controlaram este vasto movimento ascendente ainda estão em vigor. Elas estão fixadas na própria constituição do homem. E elas são de suprema importância neste momento, pois determinam quais novas instituições e quais mudanças sociais são agora necessárias para atingir esse crescimento superior da humanidade.

Este texto é parte integrante da Enciclopédia Do Incrível ao Bizarro, publicada pela Editora Wish.

 


Deixe um comentário


Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados