Você sabia que o Livro dos Mortos não é um livro?


Também chamado de livro de saída para a luz (do original egípcio), o Livro dos Mortos era um compilado de feitiços, orações, hinos e fórmulas mágicas que, de acordo com as crenças egípcias, guiavam os mortos em sua viagem para o outro mundo e os ajudavam a enfrentar os desafios encontrados durante a jornada. Ele orientava as pessoas quanto aos caminhos a seguir para se atingir o reino de Osíris - a principal divindade cultuada pelos egípcios, símbolo do renascimento da alma, de sua imortalidade.

O Livro dos Mortos data da época do Novo Império do Antigo Egito, que se inicia por volta de 1580 a.C.. Porém, a obra recolhe textos mais antigos, como o Livro das Pirâmides do Antigo Império por exemplo.

A Múmia, 1999

Mas você sabia que o famoso “Livro dos Mortos”, já retratado em diversos filmes como A Múmia, de 1999, não é um livro propriamente dito?

É, na verdade, uma série de escritos e ilustrações compilados em papiros, postos ao lado das múmias ou expostos nas paredes das câmaras mortuárias. O nome Livro dos Mortos originou-se a partir dos saqueadores que, já no século XIX, profanaram as tumbas em buscas de riquezas. Ao se depararem com os capítulos ao lado dos defuntos, os saqueadores os apelidaram de “livro dos defuntos”.

Imagem: MetMuseum

O livro transcende os ideais egípcios sobre o julgamento dos mortos, em que, de acordo com a crença geral, bens e status social de nada valeriam, e somente os atos seriam considerados. Dessa forma, as fórmulas contidas nos escritos poderiam garantir ao morto uma viagem tranquila para o paraíso.

Os historiadores já conseguiram identificar 192 capítulos espalhados pelas câmaras mortuárias egípcias.

 

Este raro livro antigo é um dos muitos abordados na enciclopédia Do Incrível ao Bizarro, um compêndio de inúmeras pesquisas realizadas nas mais diversas bibliotecas mundiais, onde reunimos um acervo rico em manuscritos, ilustrações e fotografias raras. Dentre eles, o manuscrito original de Lewis Carrol para Alice, a Bíblia de Gutemberg, um bestiário de criaturas reais e fantasiosas que parecem ter saído direto de filmes como Animais Fantásticos, além de ilustrações botânicas, do corpo humano e manuscritos medievais.

Adquira o seu clicando aqui ❤

 


Deixe um comentário


Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados











Instagram

Conheça os livros Wish!